Feliz Natal * Merry Christmas

IMG_6159_BLOG Finalmente um bocadinho de tempo para vir aqui, depois de uns dias de azáfama antes de entrar de férias, que como todos sabemos são sempre aqueles dias mesmo muito complicados, e tendo o Natal na equação, tudo o resto se complica.

Os dias de férias começaram na sexta-feira no Porto junto de amigos para este jantar delicioso, e mais uma vez esta cidade me apaixonou e me fez sentir rendida. Já começo a conhecer-lhe os cantos, a gostar do seu ar menos luminoso, mas bastante colorido, das suas gentes, rio e mística cravada na pedra das casas e do chão.

Mas hoje não venho para vos falar do Porto, mas sim para vos desejar um Feliz Natal com um cheirinho de Lisboa, mais propriamente do Chiado, onde andei a passear esta manhã… porque passear no Chiado é sempre bom, no Natal ainda melhor, mas na véspera tem um gostinho doce. Apetecia ficar por lá até sentir a noite a chegar, as luzes a acender… mas hoje é dia de ir a outra casa acender outras luzes e sentar a outra mesa.

Por aqui regressamos daqui a uns dias, talvez já só em 2015… que seja um ano delicioso, cheio de aventuras, muito amor, abraços e beijinhos a quem merece e nos quer bem. O meu desejo para este ano que vem aí, além do habitual e que procuro fazer todos os anos (aventurar-me por aí… fechar os olhos e lançar-me), tem a ver com pessoas. Não se trata de pedir viagens, de pedir sucesso profissional, de pedir que saia a lotaria, mas sim de desejar que 2015 me ajude a manter as pessoas que me são queridas, umas de sempre, outras que descobri este ano e me receberam de braços abertos. Por outro lado, que este novo ano traga mais pessoas boas, de coração aberto, corajosas e curiosas, e de sorriso fácil. Porque com estas ao nosso lado, tudo o resto é mais fácil e o nosso coração fica cheio do que é bom.

Obrigada a todos os que me acompanham aqui e ali e acolá!

PS. a mentira desta lista era a 6… já tive um gatinho sim, mas nunca me foi oferecido no Natal. Tudo o resto é verdade!

Google+ / Facebook / Instagram / Pinterest

Gostas de mim assim? – versão Natal

IMG_5285

A pedido dos meninos do We Blog You, fui desafiada a partilhar convosco algumas coisas sobre mim… e uma delas é mentira e claro, aí desse lado terão de adivinhar qual será! Para quem me segue há mais tempo no blog, é possível que seja mais fácil… mas porque não tentarem a vossa sorte?

O Natal também serve para estas coisas giras e ligeiras, por isso aqui vão 10 afirmações sobre mim… e uma delas é mentira!

1. Um dos Natais que mais me recordo da infância foi um em que cheguei da missa do Galo e encontrei uma árvore de Natal recheada de prendas para todos na família. A mim calhou-me uma tábua de engomar pequenina com ferro elétrico.
2. Adoro filhoses e as minhas preferidas são as de abóbora.
3. A seguir ao meu aniversário, o Natal é das minhas épocas preferidas do ano.
4. Lá em casa nunca foi o Pai Natal a dar prendas, mas sim o Menino Jesus.
5. Já passei o Natal em NY duas vezes.
6. Uma das melhores prendas de Natal que me ofereceram foi um gato.
7. Assim que começa novembro (ou mesmo no fim de outubro) é possível que já se ouça música de Natal cá por casa… a Diana Krall e Bing Crosby.
8. Todos os anos penso em começar a enviar postais de Natal, mas acabo por nunca o fazer por falta de tempo.
9. A minha mãe era péssima a esperar por receber as prendas dela. Lembro-me de encontrar um presente meu para ela, embrulhado da forma mais tosca possível, porque ela não resistiu em espreitar o que era.
10. Desde que tenho o Kobe que não faço árvore de Natal, porque sei o que vai acontecer, mas todos os anos prometo que para o ano é que é.

E agora, qual será a mentira?

E porque isto é giro vou nomear a minha amiga Susana Gomes, a Sanda e a Sílvia Silva para este desafio natalício nos vossos blogs!

Google+ / Facebook / Instagram / Pinterest

Dear Santa vs. Wishlist

8718419992_286e1de966_c

Uma amiga do coração escreveu esta semana um post muito simpático com sugestão de prendas de Natal. Achei a coisa tão gira, que pensei em fazer o mesmo, mas para mim. Ora bem, partindo do princípio que o Pai Natal não é bem quem nós pensamos, mas quem nós adocicamos ao longo do ano o suficiente para se lembrar de nós na altura da generosidade natalícia… aqui estão as coisas que me fazem suspirar e sorrir.

Por outro lado, esta coisa do Natal impulsiona bastante o consumismo e por vezes desmesurado. Sempre tive alguma aversão pelo comprar só por comprar, só porque tem de ser, não porque a pessoa vai precisar, não porque é adequado, não porque vai fazer bem à alma e ao coração.

Esta lista tem coisas para mim, umas a pensar na vaidade (que em boa dose só nos faz bem!), outras na irreverência (que requer coragem), outras no conforto do lar (porque esse traz outro conforto acrescido à alma), outras a pensar no bem-estar físico e mental (que tantas vezes são deixados para último lugar).

Blog Post 1. Estes óculos de sol, já que finalmente regressei (parcialmente) às lentes de contacto;
2. Fã assumida de lenços grandes (de preferência que possam dar três voltas largas ao pescoço), este alegraria certamente o armário;
3. A verdade é que tenho uns Nike rosa semelhantes, mas estes parecem-me fazer cá falta para alguma sobriedade no look;
4. Será 2015 o ano em que finalmente me decido a fazer duas tatuagens? As ideia que têm permanecido mais firmes nos últimos meses são mesmo a de querer uma geométrica e uma andorinha (ou não houvesse andorinhas em ambos os meus logos)!

Blog Post II 6. As peças de cerâmica da Anna Westerlund fazem quase parte de um mundo imaginário, intimista e verdadeiramente feminino;
7. Este best-seller do IKEA está na minha wishlist há anos. E há anos que tenho uma mesa Lack de suporte à televisão… que claramente me faz torcer o nariz de cada vez que os meus olhos passam por aquele canto da sala;
8. Conheci a Rita numa feira do Lx Factory há uns 2 anos, comprou-me um caderno ainda muito diferente daqueles que tenho agora. Mas o laço ficou! Hoje a Rita, além de ser jornalista, faz peças de weaving que me fazem sorrir e trazem algum conforto à alma… e uma delas há-de vir para o meu quarto ou sala;
9. Livros, livros, livros… adoro o cheiro dos livros e perder-me em livrarias, mas raramente compro um livro, porque invariavelmente não guardo tempo nenhum no meu dia para ler;
10. No final do ano pode ser que consiga já este equilíbrio  e sinta alguma ligeireza de cada vez que me levanto da cadeira.

8713344557_729089fcc5_c

Ainda que seja também avessa a esta coisa das resoluções do ano novo, há três que estão na minha lista para 2015. Uma delas relacionada com a saúde que me anda a pregar partidas e que tem a ver com o começar a praticar Yoga ou Pilates. Passo horas infindáveis sentada, e quando fotografo, acredito também que o peso das máquinas durante outras tantas horas infindáveis não contribua nada para a minha saúde física. Por isso, tomei a decisão de regressar ao ginásio para meter ordem neste corpo.

A segunda decisão tem a ver com algo que me deixa sempre pouco confortável que é o facto de ler pouquíssimo. Apaixonada que sou pelo trabalho, dou comigo a trabalhar até de madrugada e quando vou para a cama, é impensável agarrar num livro. A verdade é que é das coisas que mais me incomoda e vou acreditar que os hábitos, mesmo aqueles mais enraizados podem mudar, e quero mudar este.

E já agora, aceitam-se sugestões de bons livros a não perder! Nem que sejam clássicos, quero fazer uma lista com os vossos comentários!

8897547847_4434a1cf73_c

Por fim, e não menos importante, mas relacionada com estas fotografias, quero planear uma viagem diferente para 2016. O destino ainda não está definido, mas  Islândia estará certamente na lista. Curiosamente já ouço falar da Islândia há alguns anos, mas sem nunca me ter despertado grande interesse. Achava um país inóspito, agreste e sem grande vida, à exceção da colorida paisagem de Reykjavik. Depois destas fotografias, a curiosidade instalou-se e o desejo de fotografar essas mesmas paisagens que considerava inóspitas aumentou, e o cheiro a aventura de conduzir por estas estradas conquistou-me.

Talvez seja por viver em Lisboa que me brinda com uma luz delicada e cor, que muitas vezes dou comigo a sentir-me atraída por paisagens diferentes… onde o silêncio e a natureza ditam o ritmo do dia e onde apetece deitar no chão e sentir um mundo diferente daquele que pisamos diariamente.

8898163936_f17460fbb0_c

Fotografias da Islândia por Olivia Rae James

Google+ / Facebook / Instagram / Pinterest

Simple Things :: Golden Light

IMG_4129 Eu diria que esta altura do ano é a melhor e a mais tramada do ano. Por um lado, poucos resistem ao charme natalício, às luzinhas, às bolas, árvore e estrela, às lojas que se enfeitam todas para receber a azáfama da época, às fotografias de casas nórdicas que nos deixam de água na boca que invadem o Pinterest, ao charme acolhedor das mantas em cima do sofá, das almofadas, dos filmes que só apetece ver nesta altura, do cheiro a lareira na rua, dos doces que enchem a casa de um aroma que aconchega só por si, dos jantares de Natal com os amigos, com a família, dos sonhos, bolo-rei e azevias.

IMG_4040 IMG_4041 IMG_4054 IMG_4057

Por outro é também a altura da azáfama do trabalho, dos pedidos urgentes para o Natal, das reuniões para o ano seguinte, das sessões com cheiro a Natal, das mini-sessões só para ter um miminho de Natal, do desejar férias depois de um ano tramado a trabalhar até quase cair para o lado, do desejar férias para na realidade até trabalhar, mas trabalhar cá em casa, arrumar a casa que está virada do avesso desde o verão, arrumar e arranjar o quintal que não está a uso por causa das chuvas, das uvas caídas no chão, das folhas que caem da parreira, as laranjas a pedirem para serem apanhadas, os limões também… os vidros que gritam por uma limpeza, as roupas que pedem para serem arrumadas, as coisas que são precisas cá para casa finalmente compradas…

Quero dias de férias para arrumar a casa.
Quero dias de férias para gozar a casa arrumada.
Quero dias de férias para sair por esta cidade fora e fotografar o inverno soalheiro.
Quero dias de férias para ir, para sair, para espairecer, para…
Quero dias de férias para me deixar estar.

E ainda ontem celebrei o meu 34º aniversário! Este mês é tramado. São muitas festas num só mês. Devia ser um mês de 45 dias só por causa disto tudo. E ainda assim, graças a este rapaz, todos os dias tenho de encontrar uma hora pelo menos para passear com ele, mas dou graças a isso, porque é quando aproveito para espairecer também. E assim posso apreciar a beleza dos dias frios, mas soalheiros. O pôr-do-sol que pode não ser o do verão e até acontecer às 5 da tarde, mas que é bonito de se ver, e que deixa a luz dourada cair sobre todo o verde que existe agora na natureza.

IMG_4088 IMG_4091 IMG_4092 IMG_4093 IMG_4095 IMG_4100 IMG_4102 IMG_4124 IMG_4129 IMG_4130 IMG_4132

Google+ / Facebook / Instagram / Pinterest

Cool Shops :: Wish Concept Store

IMG_1756

Sabem aquelas rubricas de alguns blogs que se chamam “I could live here”? Bem, esta rubrica podia muito bem começar a chamar-se “Comprava tudo desta loja“… Neste dia em que andei a passear como se domingo se tratasse, decidimos ir almoçar ao Lx Factory. Eis quando estamos a caminhar para o restaurante, nos deparamos com esta loja e a sua montra apetitosa… e sim, eu ouvi um sussurrar que me disse que tinha de entrar. E sabemos que nunca se deve desobedecer a estas vozes que sussurram aos nossos ouvidos e nos conduzem para coisas bonitas.

Eu aqui perdi-me… é daquelas lojas em que não sabemos para onde nos virar, são minutos a dizer “Ah olha isto….” e “Oh isto é tão bonito!” ou então “Ai eu conheço isto da net, é tão giro! Olha estas cores!”. A Wish faz parte do imaginário de qualquer menina que se preze, daquelas que gostam de coisas bonitas, elegantes, com tom feminino, design nórdico, mas também da elegância e charme das coisas feitas por cá como as bonecas da Maria Rita, os bules da Anna Westerlund ou os cadernos da 1/1.

Tem prendas para todas as nossas amigas, cunhadas, primas, mães e sogras e ainda para nós. Aliás quantas vezes não estamos embevecidas a olhar para qualquer coisa bonita e a nossa cabeça está a mil a pensar “De que forma é que isto me pode ser preciso? Pensa, pensa, pensa!”. Eu sei que teria trazido quase toda a loja para casa, mas não trouxe. Mas tinha vontade. Mas não comprei nada.

É assim a vida. Desejar não custa, sonhar também não. E eu sonho com uma loja destas para a Menina Lisboa.

IMG_1755 IMG_1757 IMG_1758 IMG_1760 IMG_1761 IMG_1764 IMG_1766 IMG_1767 Untitled-1

Wish Concept Store
Lx Factory
Rua Rodrigues Faria 103, espaço G02
1300-501 Lisbon

Outras Cool Shops * Other Cool Shops
Lisbon’s Travel Guide
Google+ / Facebook / Instagram / Pinterest